domingo, maio 15, 2022

Um manifestante fantasiado de Capitão América foi preso e sentenciado a cinco anos e nove meses de prisão na província chinesa de Hong Kong.

Foto por Alex Hofford/EPA

O motivo alegado pelas autoridades policias é de que o manifestante estava incitando secessão entre a província e a China.

Defesa do acusado

Ma Chun-man, motorista de 31 anos, alega-se inocente das acusações e escreveu uma carta formal ao juiz afirmando não se arrepender de seus atos.

++ Leia mais: FALTA DE MICROCHIPS NO MERCADO ASSUSTA CEO DA NVIDIA

“Em minha estrada para a democracia e liberdade, eu não posso ser um covarde”, ele afirma.

Na descrição do auto de prisão em flagrante é dito que Ma gritou palavras de ordem como ‘Libertar Hong Kong é a revolução de nosso tempo’ e ‘A independência de Hong Kong é nosso único caminho’.

Primeiro preso não violento

A prisão e condenação de Ma é o primeiro caso conhecido de manifestante oficialmente reportado como não violento preso na província desde o início dos protestos em 2019.

O juiz Stanley Chan, responsável pela condenação de Ma, afirma que o fato do manifestante não ter sido violento é irrelevante para a sentença porque ele representa uma ameaça as leis de segurança nacional do país.

++ Leia mais: ANIMAÇÃO DOS X-MEN DE ’97’ TERÁ CONTINUAÇÃO PELA DISNEY+

Os protestos

Os protestos de Hong Kong ocorrem desde março de 2019, exigindo a retirada do projeto de lei de extradição, o motivo alegado pelos manifestantes é o receio de que a lei permita abuso de poder pelas autoridades locais e que as pessoas de Hong Kong fiquem sujeitas a um sistema legal diferente, como o aplicado em Taiwan e na China continental.

Anúncio: Mapa da Masmorra
Tags: , , , ,

newsletter

Seja o primeiro a ficar sabendo das melhores novidades diretamente em seu email

QUEREMOS VOCÊ